domingo, 1 de fevereiro de 2009

PALAVRAS HOMÓNIMAS, HOMÓGRAFAS HOMÓFONAS E PARÓNIMAS

Esta foi a poesia utilizada pela professora Albertina para com os seus alunos do 4º ano, trabalhar esta temática


DAS PALAVRAS...

Rio no rio
canto a um canto
de madrugada.
Não mato o mato
semeio a semente
na terra molhada.
De que me livro
se ler um livro?
Da solidão.
São como um pêro
todas as coisas
são como são
Amo quem amo.
Ao amo obedeço
sem sentimento.
Quem apaga a vela
e leva à vela o barco?
O vento.
Um sonho mau
um sonho doce
para trincar.
No meu quarto
um quarto de hora
chega para brincar.
A linha está torta
torta de laranja
para saborear
Meia rota e velha
é só meia hora
para remendar.
São tantas as coisas
que há neste mundo
que um só dicionário
não ia chegar...
E certas palavras
menos egoístas
não se importam
de as partilhar

Teresa Marques

O TRABALHO NA AULA



3 comentários:

  1. Esta escola está preparada, para tudo

    ResponderEliminar
  2. exelente blog está fantastico obrigado por o criarem

    ResponderEliminar